Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Que segunda-feira!!!

 

Comecei esta segunda-feira da melhor maneira. Eram 4.54 da manhã, sinto o meu pai a abanar-me e a chamar-me "Pepper acorda... a mãe tá a dizer que se está a sentir mal... acho que quer que lhe faças um chá...".

 

Acordo em estado zombie - é assim que acordo quando o despertador toca: levanto-me tipo autómato e lá vou eu fazer a rotina de higiene. Só depois é que acordo. - vou ter com a minha mãe para ver o que tem. Dores no peito e nos braços e parece que tem o sangue a ferver, diz ela.

 

Fui fazer o chá e andei atrás dela que andava para trás e para a frente. Lá se sentiu um pouco melhor e eu vim esticar-me por cima do edredon, estando alerta para ver como ela estava. Escusado será dizer que adormeci. Mas ela também melhorou e foi deitar-se.

 

Já de manhã, venho ao PC para trabalhar e assim que o acendo... aparece-me uma coisa qualquer nem sei de quê e não passa dali. Ai o caraças! Comecei a ver a minha vida a andar para trás. Acende, reacende, desliga, liga, inicia e reinicia e a coisa não passa da cepa torta. Ainda consigo que ele chegue à fase de iniciar o messenger mas depois... pufs! Apaga-se! Buáaaaaaaaaaaaa! Logo hoje que precisava de trabalhar nele... 

 

Ainda bem que ontem imprimi o teste que tinha de deixar hoje na escola para fotocopiar. Caso contrário teria de gastar folha e tinta e inprimir vinte e tal testes aqui em casa. E não dá pois não tenho dinheiro para tinteiros nem folhas.

 

Fui para a escola, dei testes em todas as minhas turmas - e gostava de saber porque é que os dias de testes ainda são mais cansativos! -, verifiquei, mais uma vez, que os miúdos fazem os testes desconcentrados embora as notas sejam boas e quando chegou a hora de sair, dei três pulinhos de contente!

 

Mal sabia eu o que me iria acontecer a seguir: o chip do meu passe suicidou-se! Tem sido as maiores vergonhas. É que a "coisinha" não apita e eu tenho de me desfazer em explicações aos motoristas e mostrar o recibo sempre que entro num autocarro. E diariamente entro em quatro! É dose, não?!? 

 

Amanhã vou levar o passe ao hospital, ó se vou...!

Back To School... Hooray!

 

 

 

Hoje foi o grande dia, o do regresso às aulas. Estava um dia de sol espectacular e uma temperatura amena, convidativa a um belo dia de praia. O autocarro até vai quase até lá... mas eu desço antes. E o colégio podia ter uma praia particular... ou uma piscina... ou uma poça de água para chapinhar... mas não tem!

 

É engraçado pois, pela primeira vez na vida, não senti aquelas borboletas no estômago, típicas do primeiro dia de aulas. Não são só os alunos que se sentem apreensivos, os profes também. É o síndrome do primeiro dia de aulas. 

Em 12 anos de aulas é extraordinário ter desaparecido o tradicional nervoso miudinho. Eu já conhecia os alunos, é certo, mas nunca sabemos o que nos espera, como eles vêm das férias, as manhas novas que trazem.

 

Entrei, marquei o ponto e fui cumprimentar todo o pessoal do colégio. Andei a beijocar os meus pequerruchinhos mini-melgas e depois subi aos meus domínios...lol!

Sim, é que eu dou aulas no castelo altaneiro - entenda-se primeiro andar - que é onde uma princesa como eu deve estar! Cof! Cof! Cof!

 

Comecei com a minha turma do 4º ano cujos alunos são conhecidos como as "esponjas enérgicas". São excelentes, tanto em apreensão de matéria com em excesso de energia! Bah! Sairam dois alunos da turma: o anjinho loiro de olhos azuis e o melhor aluno, que só tinha 100 porcento. Foi pena.

 

Seguiu-se a estreia do meu novo 1º ano. Bem, que "jeitosos" que são... e ficaram com a professora do meu 4º ano do ano passado, lembram-se? Dos mal-educados, futuros delinquentes? Esperemos que esta prof se mostre mais aberta a "críticas" pois os alunos dela são sempre perfeitos. O mal é que ela não é a única professora dessa turma, portanto, há opiniões divergentes das dela. Mas o pior é que ela é tida como muito boa. Só ainda não percebi em quê... adiante!

 

Último tempo do dia. Dirijo-me à sala e vejo a porta fechada. Bolas! Tenho de ir buscar as chaves. Desço até à secretaria, pego nas chaves, monto o estaminé na sala e fico à espera de "clientes". Cinco e dez e nada. Os miúdos costumam ser pontuais. Desço novamente até às "masmorras" (rés-do-chão) e procuro pela turma que iria ter aulas. Encontro apenas um miúdo a quem pergunto pelos colegas. Resposta pronta na ponta da língua "Ah, eles estão na aula de informática!" Toimmmm! Hã? Aconteceu algo e eu não dei por nada?!

Volto à secretaria para tentar deslindar a coisa. Simplificando, alteraram o horário e ninguém me avisou. Era a única que não sabia... Chuif! Quero o livro de reclamações!!!

 

Este ano o meu horário vai um bocadinho até mais tarde. o que me trama o esquema de transportes. Ao contrário do ano passado, este ano tenho um intervalinho entre cada turma. Sempre é melhor pois o ano passado, stressante como foi, e sem pausas entre as turmas foi altamente desgastante.

 

A ver vamos como vão correr as coisas...